Rodrigo Moraes - Advocacia e Consultoria em Propriedade Intelectual

Rodrigobanner 1Escritóriobanner 2Livros

Renda de Divina Pastora será a primeira Indicação Geográfica de Sergipe

Autor: INPI

O INPI anunciou, no dia 13 de novembro de 2012, o deferimento da Indicação Geográfica, no modelo Indicação de Procedência, para a renda irlandesa de Divina Pastora, em Sergipe. O processo foi deferido em pouco mais de um ano, já que foi depositado em setembro de 2011. Agora, os produtores têm 60 dias para pagar a taxa de expedição de registro e confirmar a primeira Indicação Geográfica de Sergipe.

O modo de fazer a renda irlandesa foi incluído no Livro de Registro dos Saberes e reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

De acordo com informações do Iphan, a renda irlandesa produzida pelas mulheres de Divina Pastora, bem como em outros municípios de Sergipe, é classificada como do tipo “renda de agulha”. Os pontos apresentados em mostruário são nomeados com base na analogia a animais e vegetais que integram o universo das rendeiras, como, por exemplo, pé-de-galinha, espinha-de-peixe, aranha, casinha-de-abelha e abacaxi.

Rodrigo Moraes

Av. Estados Unidos, 528, salas 1115 e 1116, Ed. Joaquim Barreto de Araújo,
Comércio, Salvador, Bahia, Brasil. CEP: 40010-020
Telefax: 55 71 3243-2549 / 55 71 3341-3697 | contato@rodrigomoraes.adv.br
/RodrigoMoraesAdvocacia

RANDERNET