Rodrigo Moraes - Advocacia e Consultoria em Propriedade Intelectual

Rodrigobanner 1Escritóriobanner 2Livros

Vinhos e espumantes Altos Montes, no RS, podem ganhar Indicação Geográfica

Autor: INPI

O INPI recebeu, no dia 13 de março, em sua unidade de Porto Alegre (RS), o pedido de Indicação Geográfica, na modalidade Indicação de Procedência (IP), para os vinhos finos e espumantes Altos Montes, dos municípios de Flores da Cunha e de Nova Pádua, na Serra Gaúcha.

Para chegar à IG, a Associação de Produtores dos Vinhos dos Altos Montes (Apromontes) iniciou contato com a Embrapa em 2006. Nos últimos três anos, trabalhou-se na delimitação da área geográfica, no levantamento dos aspectos históricos da região vitivinícola, na caracterização da identidade das uvas e vinhos finos locais, na definição do regulamento de uso e no estabelecimento do sistema de controle, entre outros aspectos. O processo, coordenado pela Embrapa Uva e Vinho, envolveu as universidades de Caxias do Sul (UCS) e Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Embrapa Clima Temperado, de Pelotas (RS).

Segundo a Embrapa, a área geográfica delimitada da Indicação de Procedência Altos Montes é de 173,84 quilômetros quadrados, 66,6% dos quais localizados no município de Flores da Cunha e 33,4%, em Nova Pádua. Quanto à altitude da área delimitada, a média é de 678 metros, com mínima de 550 metros e máxima de 885 metros. Os produtos com produção autorizada na IP Altos Montes são: vinhos finos tinto, rosado ou branco, todos secos; espumantes finos branco ou rosado; espumantes moscatéis branco ou rosado.

Rodrigo Moraes

Av. Estados Unidos, 528, salas 1115 e 1116, Ed. Joaquim Barreto de Araújo,
Comércio, Salvador, Bahia, Brasil. CEP: 40010-020
Telefax: 55 71 3243-2549 / 55 71 3341-3697 | contato@rodrigomoraes.adv.br
/RodrigoMoraesAdvocacia

RANDERNET