Rodrigo Moraes - Advocacia e Consultoria em Propriedade Intelectual

banner 1banner 2Livros

Novo deferimento de Indicação Geográfica

Autor: INPI

O INPI deferiu a Indicação Geográfica (IG), na espécie de Indicação de Procedência, para o Queijo Minas Artesanal do Serro, de Minas Gerais. O deferimento foi publicado na Revista da Propriedade Industrial, em 27 de setembro de 2011. A partir desta data, a Associação dos Produtores Artesanais do Queijo Serro (APAQS) terá um prazo de 60 dias para efetuar o pagamento da taxa prevista para expedir o registro.

Este é o 14º produto brasileiro reconhecido pela Indicação Geográfica, que é um dos serviços do INPI. Com a IG, a APAQS irá proteger seu produto de eventuais falsificações, garantindo sua procedência e aumentando sua competitividade em relação aos outros produtores de queijo.

A produção do queijo artesanal do Serro teve sua tradição introduzida pelos colonizadores portugueses, oriundos da Serra da Estrela, há mais de dois séculos. Com a decadência do ciclo do ouro, o município do Serro intensificou sua atividade agropecuária e, no momento de expansão, o queijo foi o produto que garantiu divisas para a região e todo o Estado, pela qualidade e pelo volume que representou para o mercado.

A fama deste queijo permanecia latente entre os habitantes deste município e os das cidades vizinhas, principalmente Diamantina, para onde era levado. Já em 1958 e 1959, José de Assis Ribeiro elaborou trabalho científico no qual a forma de fabricação deste queijo já era descrita. A tradição passou de pai para filho e se manteve ao longo dos séculos, sendo que o grande desafio era adequar o produto artesanal às normas de segurança alimentar sem perder as características que o diferenciam dos demais.






Outras Novidades

24/02/21 - Direito moral do autor é imprescritível, mas pedido de indenização deve ser ajuizado em três anos
05/10/20 - Danos morais gerados a pessoa jurídica por venda de produtos falsificados podem ser presumidos
30/09/20 - Artista deve ser indenizado por uso comercial não autorizado de grafite em área pública
15/09/20 - Terceira Turma mantém condenação da Oi por uso não autorizado de fotos em cartões telefônicos
09/08/20 - TRF3 rejeita pedido de anulação do registro da marca "Botox"
28/07/20 - Lei de Turismo não impede cobrança de direitos autorais em estabelecimentos de hospedagem
15/07/20 - Confirmada anulação das marcas Doralflex e Neodoralflex por conflito com registro do Dorflex
16/05/20 - Registro no INPI dá ao titular do nome todos os direitos inerentes
07/04/20 - Terceira Turma nega recurso de fabricante de bebidas que registrou nome similar a Coca-Cola
14/03/20 - Registro de nome empresarial não define prescrição de ação sobre uso indevido de marca
14/03/20 - Editora de revista de moda e beleza não consegue anular registro da marca de empresa de cosméticos
10/03/20 - Direito autoral deve ser respeitado mesmo que foto esteja disponível na internet
22/02/20 - Para Quarta Turma, livro didático que reproduziu poema de Cecília Meireles não violou direitos autor
08/01/20 - OAB questiona medida provisória que extingue cobrança de direitos autorais em quarto de hotel
02/10/19 - Cia. Hering mantém direito de uso exclusivo da marca

Outras Leis

Outros Artigos

Rodrigo Moraes

Travessa Miguel Arcanjo de Santana, Rio Vermelho, 01, Sala 201                  Salvador-BA | CEP: 41.950-670                                                                      Telefax: (71) 3243-2549 / (71) 3241-5711 | WhatsApp: (71) 9659-9475                        contato@rodrigomoraes.adv.br | Instagram: @rodrigomoraesadvocacia | /RodrigoMoraesAdvocacia 

RANDERNET