Rodrigo Moraes - Advocacia e Consultoria em Propriedade Intelectual

Rodrigobanner 1Escritóriobanner 2Livros

De olho no mercado interno, Vale dos Vinhedos quer Denominação de Origem

Autor: INPI

No Brasil, há muita gente que associa qualidade somente aos vinhos importados. De olho neste público que ainda não conhece os vinhos finos nacionais, produtores do Vale dos Vinhedos (RS) entraram no INPI com um pedido de Denominação de Origem (DO) nesta segunda-feira, dia 16 de agosto de 2010.

O objetivo é usar o certificado para valorizar os vinhos da região, já reconhecidos pela União Europeia, e atrair os brasileiros que só consomem espumantes de outras nacionalidades. Segundo dados da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), os nacionais respondem por apenas 20% dos espumantes de qualidade consumidos no Brasil.

A região já possui uma Indicação de Procedência (IP) e a meta é transformá-la na DO. As duas são modalidades da Indicação Geográfica (IG), mas a segunda é mais valorizada porque dependa da comprovação de que o produto possui características especiais devido a fatores geográficos e humanos.

Com a IP desde 2002, o Vale dos Vinhedos teve um grande impulso no turismo (que cresceu mais de 300% neste período) e na produção local (o número de vinícolas cresceu de 15 para 31). Além do mercado interno, a meta é investir também em exportação, pois os vinhos vêm ganhando espaço em outras regiões.

A Indicação Geográfica é um serviço da Coordenação-Geral de Outros Registros, da Diretoria de Contratos de Tecnologia e Outros Registros, do INPI.

Rodrigo Moraes

Av. Estados Unidos, 528, salas 1115 e 1116, Ed. Joaquim Barreto de Araújo,
Comércio, Salvador, Bahia, Brasil. CEP: 40010-020
Telefax: 55 71 3243-2549 / 55 71 3341-3697 | contato@rodrigomoraes.adv.br
/RodrigoMoraesAdvocacia

RANDERNET